15 de set de 2014

Sambista de Fato ... VINÍCIUS DE OLIVEIRA

VINÍCIUS DE OLIVEIRA

Por Vinícius de Oliveira 


Vinícius de Oliveira é um dos nomes do samba em Brasília. Nascido na capital, ele começou a tocar aos 15 anos, com aulas de cavaquinho e banjo com um professor particular. Hoje, também toca percussão, canta e cria harmonia para composições suas e de seus parceiros. Em 2010, ganhou o 1º Festival de Samba de Quadra de Brasília com a canção Samba é fineza e, desde então, participa de grupos de choro e samba da cidade, como os Filhos de Dona Maria, Labareda, Caxambu, Candanguero e o projeto Adora Roda. Em 2012 foi finalista do Festival da Radio Nacional com a música Mulher Ingrata e mais uma vez foi o premiado do Festival de Samba de Quadra com a canção Trem do amor, contemplado como o melhor interprete e a melhor música. Em 2013 venceu junto com o projeto Adora Roda o Festival da Radio Nacional com a música Besouro Mangangá. Clube do choro, Teatro da Caixa, Funarte, Feitiço Mineiro, Bar Brahma, Armazém do Ferreira, Samba Autêntico, Semente da Vila e Sementes de Brasília, são projetos e casas de samba que Vinícius já se apresentou. Algumas delas, ao lado de bambas do samba, como Monarco, Noca da Portela, Nelson Sargento, Moacyr Luz, Dhy Ribeiro, Fabiana Cozza, Marquinhos Diniz, Toninho Gerais, Serginho Meriti, Roque Ferreira, Oswaldinho da Cuíca, Sombrinha, Mateus Aleluia e Almir Guineto. Autor de Samba é fineza, Cenário de Mangueira, Mulher ingrata, Besouro Mangangá, Mareia, Mensageiros do samba, Dama do samba, Sai da minha vida, Encantos na areia, entre outras. Com o grupo Adora Roda, se apresentou na África do Sul, em dezembro de 2010, na Conferência Nacional dos Estudantes. Em outubro do ano seguinte, tocou na 3ª Semana do Cultural do Brasil no Peru, no Teatro Municipal de Arequipa e na Embaixada do Brasil, com o grupo Candanguero. Já se apresentou em Goiânia, Maranhão, Salvador, Recife e Rio de Janeiro.


0 comentários :

Sua mensagem será lida e caso necessário, será moderada antes de ser postada.
Obrigado!